Select Page

Desde de 2004 que cada ovo tem um carimbo na casca que nos dá informações importantes como, a validade,origem e forma como os ovos foram criados.

Esta informação tem um impacto muito grande na nossa alimentação, uma vez que as condições em que as galinhas foram criadas e a sua alimentação, vai influenciar o ovo que colocamos no prato.

Vamos apenas focarmos no primeiro número que aparece no código, que corresponde ao modo como as galinhas foram criadas.

Este código pode ir de 0 a 3.

 

0 – Produção Biológica

O zero significa que as galinhas foram criadas ao ar livre e que a sua alimentação é predominantemente de agricultura biológica (cerca de 80%).

Para pernoitar ou quando as condições são adversas, as galinhas têm um espaço interior mas adaptado às suas necessidades, não podendo ter mais de seis galinhas por metro quadrado.

 

1- Produção ao ar livre

São ovos provenientes de galinhas criadas ao ar livre a ração não é biológica, e o espaço interior é idêntico aos das galinhas criadas no solo. No entanto, as galinhas têm acesso a espaços ao ar livre durante o dia (o que não impede o produtor de limitar a um período de horas). O terreno a que as galinhas têm acesso deve estar essencialmente coberto de vegetação, onde cada animal tem direito a, pelo menos, 2,5 m2 de espaço.

 

2 – Produção no solo

Neste caso, as galinhas estão fechadas em galinheiros onde, em média, estão 9 a 10 por metro quadrado, sem possibilidade de sair, circular ou estar no exterior. Devem existir manjedouras e bebedouros, ninhos e poleiros.

 

3 – Produção em gaiolas 

O número 3 é o pior cenário! Aqui, as galinhas estão encerradas em gaiolas muito restritas (550 cm quadrado por animal) e tudo está automatizado: os ovos postos são diretamente recolhidos por tapetes rolantes, que também são usados para distribuir alimentos; os excrementos caem através das grelhas das jaulas e são libertados. Trata-se de um sistema higiénico e eficaz, com baixos custos de produção, mas que não tem em conta o bem-estar dos animais. Por exemplo. de forma a produzirem mais ovos, a iluminação é modificada para dar a sensação de mais horas de sol. Nestas condições, as galinhas estão em stress e, para evitar comportamentos de auto-mutilação ou de agressividade, os bicos das mesmas são cortados.

 

Sem dúvida que os melhores ovos são os das galinhas criadas ao ar livre, onde têm acesso ao sol, comem plantas e insectos. São galinhas felizes, logo produzem “ovos felizes” = nutricionalmente mais ricos.

A diferença de preço do 0 para o 3 pode ser mais de 1 euro, mas para quem consome ovos regularmente, vale a pena o investimento.