Alimentação Infantil Saudável nas Escolas


Comer

Hoje estive na escola das miúdas a falar sobre alimentação saudável. Quem me conhece sabe que os meus hábitos alimentares sofreram uma modificação profunda, mas gradual, com a maternidade (gravidez, pós-parto e, mais tarde, com a introdução da alimentação complementar aos 6 meses de cada uma das pequeninas).

Acredito que somos aquilo que comemos! Acredito que os hábitos alimentares se constroem logo desde a concepção e, provavelmente, adquirem o seu expoente máximo na fase de diversificação alimentar. Acredito que temos que mudar! Não acredito em frases que ouvimos todos os dias "tu comeste assim e estás aqui, vivo e saudável". Lá vivos estamos mas saudáveis... nem sempre.

Considero que as escolas devem ser veículos de promoção de bons hábitos mas sozinhas não conseguem fazer tudo. As mudanças têm mesmo que começar nas famílias, que se escondem atrás de vidas atarefadas para descurar a alimentação e usar e abusar de alimentos processados (mas que sabem tão bem!).

Com tudo isto em mente e com muita vontade de participar activamente no dia a dia da escola das pequeninas lá combinei com a Educadora uma Acção com a turma de Jardim de Infância (meninos de 3, 4 e 5 anos).

Falámos sobre os rótulos e o que devemos procurar num rótulo. Acima de tudo devemos consumir produtos sem rótulo: legumes, fruta, carne, peixe... E quando consumimos produtos com rótulo, estes devem ser o menos processados possível. Se o rótulo de um alimento é tão difícil de entender que nem um miúdo de 3 anos percebe o que é, então não deve vir para o carrinho de supermercado. Se compro flocos de milho (corn flakes), o ideal é que o único ingrediente seja milho. Se compro trigo integral puff, o único ingrediente deverá ser cevada.

Depois arregaçámos as mangas e fomos para a "cozinha"!

 

O que preparámos:

Panquecas de Banana e Aveia

Foi só esmagar uma banana madura (podemos utilizar puré de fruta madura para adoçar panquecas, bolos e bolachas), juntar dois ovos de galinhas felizes (porquê galinhas felizes?) e juntar 3 colheres de sopa de flocos de aveia. Colocar um bocadinho de óleo de côco numa frigideira anti-aderente e fazer panquecas pequeninas.

Mini Donuts de Banana e Aveia

Muito semelhante à receita anterior mas em vez de flocos de aveia colocámos farinha de aveia, para ficarem mais uniformes. Colocámos na máquina de mini-donuts e ficaram uma delícia!

Pipocas

Utilizámos o "método tradicional": óleo de côco numa panela e milho. Colocar ao lume e esperar que se comecem a ouvir estalidos, quando pararem as pipocas estão prontas. Experimentámos abrir um bocadinho a tampa e foi divertido ver as pipocas a saltarem da panela.

 

Experimentámos também algumas alternativas de snacks saudáveis:

  • Flocos de milho biológicos (corn flakes) e cevada puff, que podem comer simples, no leite ou iogurte.

Uma coisa vos garanto, tendo sido o entusiasmo de um dia diferente na escola, ou não, os pratos ficaram vazios!

 

Deixei um trabalho para os meninos fazerem com os pais em casa inspirada pelo “Movimento Escola: Comer Bem, Crescer Saudável”.

1.Fiz a impressão da ficha de picnic, uma para cada aluno da turma.

2.Cada folha de picnic vai ser dada aos pais, para que em casa com os filhos, preencham os espaços com as suas escolhas alimentares para uma refeição em família (bebida; prato principal; sobremesa). Podem fazer colagens, desenhos, escrever…

Ofereci um exemplar do Livro "Comer Bem, Crescer Saudável" à escola. A Educadora vai utilizar este mote para o Projecto de Sala e este livro vai passar uma semana a casa de cada família e a partir daí vão ser desenvolvidas mais actividades tendo como tema central a alimentação saudável.

Ficaram algumas ideias no "ar", nomeadamente fazer acções sobre a importância da alimentação saudável com os pais e não apenas com as crianças...

Foi uma manhã muitíssimo bem passada e fiquei tão feliz por ver a Mais Velha tão orgulhosa por ter a Mamã na escola!


3 comentários

3 comentários

  1. Cristina Gil comentou:

    22 Janeiro, 2017 às 12:05

    Que espetáculo Marília! São estes pequenos gestos que fazem a diferença e que vão deixando a sementinha. Enquanto pais temos essa responsabilidade e estás atividades são de certeza inesquecíveis para os mais pequenos. Eu tenho agora o desafio do primeiro aniversário da minha filha e quero que ela possa comer tudo! Por isso não vai haver açúcar, glúten e produtos processados (pelo menos na mesa das crianças) . Vamos ver como reagem..
    beijinhos
    Cristina Gil

  2. Marília Pereira comentou:

    22 Janeiro, 2017 às 12:28

    Obrigada Cristina! No livro "Comer Bem, Crescer Saudável" tem imensas sugestões giras. No ano passado, no 3º aniversário da Inês fiz tudo sem açúcar e sem farinhas refinadas. Muita fruta. Foi um sucesso entre miúdos e graúdos. Temos que ir educando os paladares 😉
    Beijinhos grandes

  3. O bebé sabe | 5.ª Edição do Curso de BLW para Pais e Cuidadores - O bebé sabe comentou:

    2 Fevereiro, 2017 às 13:03

    […] Como habitualmente, preparámos também as panquecas de banana e aveia e os mini-donuts cuja receita podem rever aqui. […]

Deixe um comentário

Anterior Próximo